OFERTAS ESPECIAIS

OFERTAS ESPECIAIS

horas
minutos
segundos
Acessibilidade

D I C A:Você pode acessar os menus no site usando seu teclado. Navegue com a tecla TAB ou teclando a letra sublinhada.

Ajustar zoom

Inverter todas as cores

Textos em negrito

Escala de cinza

Libras

Navegação facilitada

Selecione sua região

  • Região Sudeste
  • Região Sul
  • Região Nordeste
  • Região Norte
  • Região Centro-Oeste

Perfil do franqueado

  • Identificação com o segmento de cosméticos.
  • Engajamento total na gestão da franquia.
  • Prazo de retorno: 18 a 36 meses
  • Aptidão e desejo em participar de uma estrutura plenamente formatada.
  • Capacidade de investimento com recursos próprios

    Pré-requisitos

  • Dedicação INTEGRAL E EXCLUSIVA aos negócios da franquia
  • Graduação concluída na área de gestão de negócios e similares
  • Experiência comprovada de 12 meses no setor de varejo, serviços nas áreas comercial, administrativa ou financeira
  • Desejável pós graduação / especialização Gestão de Negócios ou Marketing
  • NOSSA HISTÓRIA

    Somos otimistas, alquimistas e apaixonados

    Acreditamos que a beleza tem o poder de transformar acontecimentos simples em momentos mágicos. Afinal, de que outra forma conseguiríamos transformar uma batedeira em uma fábrica que espalha beleza por todo o Brasil e vários países pelo mundo?

    Para explicar esta história, temos que voltar ao início. Tudo começou em 1977, quando o recém-formado bioquímico Miguel Krigsner resolveu abrir sua própria farmácia de manipulação na rua Saldanha Marinho, centro de Curitiba.

    O nome do negócio foi uma homenagem aos antigos farmacêuticos, que manipulavam medicamentos de forma artesanal. Assim nasceu O Boticário.

    Ao perceber que a maioria dos clientes eram mulheres, Miguel colocou seu lado alquimista em ação e criou cremes faciais à base de algas marinhas e colágeno, que misturava em uma batedeira de bolos nos fundos de sua botica. O sucesso das fórmulas se espalhou pela cidade e mudou para sempre os rumos do negócio.

    Em 1979, a trajetória de Miguel Krigsner se cruza com a de outro empreendedor. Ao ouvir falar que Silvio Santos havia desistido de abrir uma marca de perfumaria no Brasil e possuía 60 mil frascos em forma de ânfora, mas que a oferta era tudo ou nada, apostou no otimismo: mesmo sem ter o dinheiro ou espaço para armazená-las, fez uma oferta para levar todas sob a condição de devolvê-las se não conseguisse pagá-las.